O melasma sempre foi uma das maiores reclamações de alunas e clientes, nos meus tempos de maquiadora e professora universitária de maquiagem.

O melasma é o surgimento de manchas escuras e acastanhadas na pele que acomete principalmente a face, mas pode aparecer em outros locais como braços e colo. O melasma é mais comum em mulheres de 20 a 50 anos. Existem 3 tipos, que variam de acordo com a camada de pele comprometida.

O Melasma ainda não é totalmente compreendido

O melasma se caracteriza por uma disfunção na produção de melanina e um excesso pigmentação da pele. Apesar de se saber alguns fatores que aumentam a sua propensão, o melasma ainda não é totalmente compreendido. Portanto NÃO TEM CURA. Os tratamentos disponíveis no mercado são apenas paliativos, ou seja, existe uma melhora no problema, mas nunca um desaparecimento total e definitivo das manchas.

O melasma é cumulativo e permanente. Além disso, alguns tratamentos, como laser, não são indicados para todo tipo de pele, pois podem resultar efeito contrário.

A melhor atitude perante o melasma é a prevenção.

Entre os principais fatores para o surgimento das manchas no rosto estão: o gênero feminino, alterações hormonais, hereditariedade e exposição excessiva à luz ou calor, principalmente solares.

Para se evitar o aparecimento ou piora das manchas, a melhor opção é a foto proteção diária e constante. Vale ressaltar que não é apenas a exposição solar que influencia no aparecimento do melasma, mas qualquer exposição contínua à luz visível como lâmpadas (de luz fria ou quente), radiação de eletrônicos como celular e computador, entre outros. Com isso, é importante o uso de protetor solar adequado ao tipo de pele sempre que se expuser à luz, independente de ser dia ou noite, ambiente aberto ou fechado. Lembre-se de reaplicar o produto a cada 6h, quando em atividades moderadas e a cada 2h quando em atividades ao ar livre.

Melasma como prevenir o aparecimento de manchas da pele por Alessandra Faria

Protetores físicos: grandes amigos.

Os protetores físicos são grandes aliados na prevenção de melasma. Use chapéus, bonés ou viseiras de abas largas, de preferência que tenham FPS. Abuse do maxi óculos. Não deixe de usar maquiagem, pois a base fornece uma leve proteção. Opte por bases com FPS acima de 30 ou protetores coloridos. A cobertura disfarça o problema, atém mesmo o melasma severo, melhorando a auto estima.

O calor é outro grande responsável pelo surgimento do melasma. Por isso, pessoas que trabalham na cozinha, parrilleros, pessoas que trabalham com fornos de qualquer tipo, em ambientes quentes e abafados, estão suscetíveis ao aparecimento das manchas. Resfriar a pele ao longo do expediente de trabalho, ajuda a amenizar os danos. Pode ser feito com água thermal ou soro.

Cigarro e alimentação inadequada propicia a pigmentação excessiva.

O hábito do cigarro, estresse, uso de remédios e uma alimentação inadequada também estão relacionados ao surgimento ou piora dos tipos de melasma. Evite os mesmos adotando hábitos saudáveis como uma alimentação rica em antioxidantes.

Você pode fazer uso de comprimidos antioxidantes, à base de polypodium leucotomos ou picnogenol, regularmente. Elas ajudam a prevenir os efeitos danosos de radicais livres sobre as células da pele. (fonte)

Melasma como prevenir o aparecimento de manchas da pele por Alessandra Faria

Vitamina C tópica e melasma

A Vitamina C para o rosto é uma grande aliada na prevenção e melhora do melasm, pois é um rico antioxidante.

Diversos estudos científicos tem comprovado sucessivamente a eficácia da vitamina C em clarear a pele e tratar melasmas. Alguns destes estudos chegam a comparar os cremes de vitamina C com os tradicionais cremes a base de hidroquinona revelando eficácia semelhante no clareamento das manchas escuras da pele. (fonte)

Para finalizar, é importante frisar que a pele com melasma necessita de cuidados constantes. Pois mesmo que haja uma melhora nas manchas, basta interromper o tratamento para elas “ressurgirem cada vez mais intensas”.

Fotos: reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *