Aumentar a duração do botox facial é um desejo de quem faz o tratamento com a toxina botulínica. Com certeza é o meu também. Por isso, vamos falar um pouco sobre o assunto.

Como aumentar a duração do botox facial por Alessandra Faria

Qual a duração do botox?

Primeiro, vale dizer que a duração do botox facial pode variar de pele para pele. Também difere de acordo com a qualidade. Quanto menor a qualidade do botox, menor a duração. Outro fator que interfere na duração do botox, que deve ser em média de 4 a 6 meses, é a “mão do profissional”. Isso significa a técnica utilizada e a diluição da toxina. Bem, esses são tópicos muito técnicos e devem ser discutidos com seu profissional. Procure alguém que tenha renome no mercado, gabaritado para tal, e seja de confiança. Isso faz toda diferença.

Ações que ajudam o botox

Para nós leigos no assunto, porém usuárias constantes do botox, devemos saber e fazer pequenas ações que podem garantir a duração máxima do tratamento. Vou descrever algumas delas para vocês.

  • Proteção solar, sempre. Esse deve ser um lema para vida. Pois, além de prevenir envelhecimento precoce, manchas, também previne contra câncer de pele. A proteção solar é fundamental logo após o tratamento do botox. Isso porque a aplicação é feita com pequenas perfurações por agulha e a exposição ao sol pode causar manchas no local.
  • Evite excesso de caretas: Sim, as caretas e expressões faciais podem acelerar o aparecimento de rugas e marcas de expressão. Portanto, ao se expor ao sol use maxi óculos com proteção UV. Ao praticar exercícios físicos evite as caretas típicas do excesso de carga. Por último, após a aplicação do botox, o exercício físico deve ser feito somente depois de 24 horas.
  • Evite aumentar a temperatura próximo ao local de aplicação do botox. Isso vale para uso excessivo de secadores, chapinhas, saunas, cozinhas industriais, parrillas, entre outros locais que produzem calor.
Como aumentar a duração do botox facial por Alessandra Faria

Cortisol, inimigo da pele e do botox

  • Evite o estresse: ou seja, o aumento do cortisol. Pois, esse hormônio em excesso reduz a fabricação de colágeno e acelera o envelhecimento da pele.
  • Evite a auto medicação: Isso porque, antibióticos e antiinflamatórios, dentre outras substâncias podem reduzir a duração do botox.
  • Turbine sua vitamina D: o sol não é sempre vilão. Ele é fundamental na produção e absorção da vitamina D, fundamental para um bom sistema imunológico.
  • No mais, tenha hábitos saudáveis como dormir bem, fazer uso de alimentação balanceada, evitar álcool em excesso…

Vocês costumam usar botox? Eu uso há uns 3 anos, reaplico a cada 6 meses, com meu biomédito Thiago Martins. Sou adepta do full face, que pega todo terço superior do rosto, com efeito mais natural.

Como aumentar a duração do botox facial por Alessandra Faria

Fotos: reprodução.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *