Olá Queridas!

Na coluna de Dicas Jamali Estética vamos falar um pouco sobre o eletrolifting para estrias e também um excelente tratamento para rugas e linhas de expressão.

eletrolifting-para-estrias-e-rugas2

Na minha última sessão de radiofrequência, comentei com as meninas da Jamali Estética que minha filha de 13 anos está começando com o aparecimento de estrias de crescimento.

As estrias são cicatrizes provenientes do rompimento e conseqüente lesão das fibras elásticas e colágeno da pele. Elas podem acometer qualquer tipo de pessoa: homens, mulheres, adultos, adolescentes, magros ou obesos. A causa das estrias é um crescimento muito rápido, fazendo com que as fibras de colágeno da pele não suportem e se rompam. É muito comum seu aparecimento na adolescência, quando ocorre o estirão e devido, também, ao aumento da produção dos hormônios estrógeno e progesterona. Nessa época é normal que as estrias apareçam, principalmente em determinas regiões como os seios, coxas, costas, bumbum e barriga. Outro momento em que é muito comum o aparecimento de estrias é durante a gravidez.

estrias-na-gravidez

Há dois tipos de estrias: as vermelhas, que são mais recentes; e as esbranquiçadas, que são estrias antigas. Apesar de não existir um tratamento para estrias totalmente eficaz, é possível tratá-las, melhorando consideravelmente sua aparência, sendo que, quanto mais cedo começar o tratamento, melhor o resultado.

A prevenção ainda é o melhor tratamento para estrias. Manter a pele hidratada, ter uma alimentação balanceada, a prática de exercícios físicos e evitar o efeito sanfona (engorda/emagrece), são algumas das formas pelas quais elas podem ser evitadas, pelo menos em quantidade, pois é impossível ficar totalmente livre delas; sendo que algumas pessoas tem maior propensão a tê-las. O uso de creme para estrias também ajuda nesta prevenção.

Dentre os tratamentos de estrias, tem-se “o eletrolifting. Um equipamento de corrente galvânica associado a uma caneta  com intensidade micro amperada. Trata-se de um método invasivo, uma técnica de estimulação elétrica em conjunto com uma punturação ou varredura,  superficial (atinge somente a epiderme), em que a regeneração está baseada nos efeitos da corrente contínua, no processo de inflamação aguda e, consequentemente, no reparo do tecido. Esse tratamento é indicado não apenas para estrias nacaradas (brancas – antigas), como também para minimizar rugas e linhas de expressão (eletrolifting facial). 

Alguns segundos após a aplicação aparecem hiperemia e edema típico de qualquer processo inflamatório devido às substâncias locais liberadas pela lesão, provocando, assim, uma vasodilatação e aumento da permeabilidade dos vasos. O principal momento da inflamação é a vasodilatação, responsável pela hiperemia e calor, aumentando com isso o fluxo sanguíneo, que é fundamental nas alterações hemodinâmicas da inflamação aguda. 

Todo esse processo inflamatório é indispensável para a estimulação do fibroblasto, que é a célula responsável pela formação de colágeno e elastina , que tem um importante papel no processo regenerativo de atrofia tecidual. 

Em geral, as sessões de eletrolifting são executadas uma vez por semana ou a cada 10 dias. Após cada série de tratamento, que poderá ter o total de sessões variável de 12 a 20 sessões, em média, é importante executar manutenção ( em caso de rugas) a cada 15 dias, passando posteriormente para 20 dias, e depois para 30 dias. Para as estrias, o tratamento é a longo prazo, até haver melhora do aspecto da pele.

O tratamento com eletrolifting para estrias ou rugas é contraindicado em cardíacos, gestantes, diabéticos, neoplasísticos e portadores de hipertensão descontrolada. Não deve ser aplicado sobre feridas recentes, alergias ou irritação à corrente elétrica, hipersensibilidade dolorosa, pessoas com tendência a quelóides e síndrome de cushing.” (fonte)

Fotos: reprodução.

2 Replies to “Dicas da Jamali Estética: o uso do eletrolifting para estrias e rugas.”

  1. Olá Fernando. No seu caso, é melhor discutir com seu médico. Eu não saberia te informar.
    Um abraço.

Comments are closed.