Alessandra Faria Estilo e Maquiagem

Blog de BH, sobre moda e beleza, maquiagem e life style.

emagrecimento’

3
jan
2017

Intestino preguiçoso x abdome volumoso!

reab_detox_program_detox_emagrecimento_seca_barriga_por_alessandra_faria

Olá Queridas e Queridos!

O intestino preguiçoso é determinante no resultado positivo de sua dieta de emagrecimento e principalmente da barriga sequinha.

intestino_preguicoso_inchaco_abdominal_atrapatalha_a_dieta_de_emagrecimento

Vem chegando o verão… Já chegou, na verdade. E todas querem exibir sua barriga chapada sob o sol da Toscana… ou de Trancoso, de Floripa, de Fernando de Noronha. hehehehe

Tarefa nem sempre fácil, pois podemos malhar, até emagrecer, definir o abdome e ele ainda pode se apresentar inchado. Eu sou dessas. Minha barriga sempre foi proeminente. Também sofro de uma forte retenção de líquidos, a qual já falei aqui para vocês. O que eu não sabia é que o meu intestino preguiçoso é o grande causador disso tudo. Já fiz de tudo para resolver o problema, mas não é fácil. Envolve várias questões como hábitos alimentares, disciplina, exercícios físicos e o emocional. Ah, esse último é determinante para o bom funcionamento do meu. Por isso, hoje trouxe essa pauta super interessante para vocês que me foi enviada pela Objetiva Comunicação e Imprensa.

“A Nutricionista Gabriella Alves explica como evitar o inchaço abdominal causado pelo intestino desregulado. Segundo a profissional, uma alimentação balanceada pode reduzir o volume do abodme.

É certo que o aumento de volume da região abdominal pode ser causado por diversos fatores e ter o intestino preguiçoso é considerado um deles. Quando o sistema digestório não funciona corretamente, a região do abdome sofre com o acúmulo de alimentos que deveriam ser descartados.

Segundo a nutricionista Gabriella Alves, da Corpometria, dúvidas e queixas sobre o inchaço abdominal são comuns no consultório. “Quando pergunto aos pacientes como é o funcionamento intestinal a maioria responde: ‘normal’. Mas o que é normal pra você? O intestino funcionar três vezes por semana? Garanto que isso não é normal”, considera a nutricionista.

Além de gerar volume no abdome, o acúmulo de fezes pode alterar o humor da pessoa, já que cerca de 80% da serotonina, hormônio que regula a sensação de bem estar do organismo, tem origem no intestino. Constipação, ou intestino preso, é multifatorial e pode ter diferentes causas, mas sendo ela alimentar ou não, mudanças na rotina alimentar refletem diretamente na solução do problema.

“Aquele excesso abdominal que o paciente acha que é apenas gordura pode não ser, ou pelo menos, não somente. Ter alimentação balanceada e intestino regulado podem ser a grande chave para obter a barriga negativa”, aponta a nutricionista. Confira as orientações da profissional para normalizar o funcionamento do sistema digestivo.

1) Beba muita água

Água é fundamental para o normal funcionamento do organismo como um todo. Quando mal hidratados, ao final da digestão o corpo reabsorve o máximo possível da água do bolo fecal para suas atividades. Ou seja: ressecamento fecal e, consequentemente, intestino preso.

2) Consuma fibras

As fibras auxiliam no funcionamento intestinal pois elas não são digeridas e, por isso, formam volume para o bolo fecal e estimulam o esvaziamento intestinal. Além disso, fibras retardam a digestão e, por isso, dão saciedade, auxiliando a manter a dieta e não sentir fome. Por isso, acrescente-as em todas as suas refeições. Exemplos: Chia, Linhaça, Gergelim e Quinoa. Mas não se esqueça da água, pois muita fibra com pouca água: ressecamento do bolo fecal e, consequentemente, intestino preso.

3) Alimentos laxantes

Consuma diariamente alimentos naturalmente laxantes. Exemplos: mamão, ameixa (fresca ou seca), laranja (com bagaço) e abacate. Estas frutas ajudam a melhorar a frequência de evacuação e assim, evitam o acúmulo fecal.

4) Durma bem

O sono e o intestino afetam diretamente um ao outro.

5) Azeite de Oliva morno

Consuma uma colher de sobremesa de azeite de oliva extra virgem morno em jejum diariamente. Atenção: morno, não quente. O azeite é um laxante natural e funciona como um lubrificante intestinal, auxiliando no esvaziamento do intestino e eliminação das fezes.

6) Glutamina

Consuma glutamina diariamente. Esse aminoácido age diretamente no intestino auxiliando a regular o funcionamento intestinal e evitando a constipação. Lembre-se de procurar um nutricionista para a prescrição direcionada e personalizada desse suplemento na sua dieta.”

intestino_preguicoso_atrapatalha_a_dieta_de_emagrecimento

Acrescento a importância da rotina para o bom funcionamento do intestino. O ideal é ter um horário fixo para ir ao banheiro.

Essas dicas são bem interessantes e relativamente fáceis de fazer. Todavia, se seu problema for crônico ou se você sofre de outras patologias que interferem no bom funcionamento do intestino, deve procurar profissionais da saúde para lhe orientar da melhor forma possível.

Fotos: reprodução.

9
dez
2016

Como o sono deficiente prejudica emagrecimento!

sono_deficiente_prejudica_o_emagrecimento3

Olá Queridas e Queridos!

O sono deficiente prejudica o emagrecimento, além de causar vários outros danos à saúde física e mental. Entenda a relação do sono com a perda de peso.

sono_deficiente_prejudica_o_emagrecimento

Uma boa rotina de sono, em quantidade e qualidade adequadas é fundamental para saúde física e mental. Lembrando que a quantidade de horas de sono suficiente é diferente para cada indivíduo. Enquanto algumas pessoas precisam de 8 horas (eu), outras ficam satisfeitas com apenas 6 horas de sono diárias. O mais importante é a qualidade. Pois, o sono está no mesmo patamar de importância da alimentação equilibrada e da prática de atividades físicas, ou seja, hábitos necessários para manter o ponteiro da balança estável e a saúde em dia. Isso quer dizer que dormir bem não só ajuda a emagrecer, mas também garante melhor qualidade de vida.

Estudos clínicos mostram que a falta de sono adequado pode alterar os níveis dos chamados “hormônios da fome”: leptina e grelina. A leptina é produzida pelas células de gordura. Baixos níveis sanguíneos do hormônio fomentam a fome, enquanto que os níveis altos enviam a mensagem ao cérebro de que o corpo está satisfeito, estimulando a queima calórica. A grelina é gerada pelo estômago para estimular o apetite.

O médico Bruno Queiroz Sander, médico cirurgião, especialista em endoscopia, gastroenterologia e tratamentos para a obesidade, diretor da Clínica Sander, em Belo Horizonteespecialista em tratamentos para a obesidade, explica que as horas extras de vigília aumentam a necessidade de glicose (açúcar) no cérebro e em outras partes do sistema nervoso. “O organismo pode conseguir isso rompendo os músculos, pela queima de massa magra. Por isso, se você está tentando perder peso através da restrição calórica, o regime pode ser mais difícil se você tem privação de sono”.

sono_deficiente_prejudica_o_emagrecimento2

Malefícios para a saúde

Além disso, a falta de sono gera uma incapacidade de satisfação alimentar, consumo compulsivo de comida e vários outros malefícios para a saúde. “Um sono inadequado acarreta cansaço no paciente, com isso ele faz menos atividades físicas, queimando menos calorias, reduzindo seu metabolismo por estar prejudicada a absorção de carboidratos que é o principal combustível do organismo com consequente ganho de peso”, afirmou Sander.

Ele acrescenta que ocorre também a diminuição da liberação de insulina e aumento na produção do cortisol, propiciando maior estresse e alteração do humor. Além disso, a produção de hormônios, principalmente o do crescimento estará prejudicada. “Resumindo, durma no mínimo oito horas por noite com o objetivo de estimular seu metabolismo, conservar a energia, manter seu humor e comer menos”, garante.

Fotos: reprodução.

19
set
2016

Programa de emagrecimento: 5 pensamentos sabotadores!

dicas-com-nutricionista-esportiva

Olá Queridas e Queridos!

Segunda é o dia universal de se iniciar o seu programa de emagrecimento ou dieta, não é mesmo?

programa_de_emagrecimento_pensamentos_sabotadores_da_dieta_por_alessandra_faria2

Se já é difícil se iniciar um programa de emagrecimento ou dieta de reeducação alimentar, mais difícil ainda é continuar nela até atingir o resultado pretendido.

Isso se deve por vários fatores, entre eles, a dificuldade de se organizar as refeições, pois para isso é preciso tempo e disciplina; a grande oferta de comidas e guloseimas na nossa sociedade onde tudo acaba em pizza, ou churrasco; a ansiedade pelo resultado rápido; por último, tema do nosso artigo de hoje são os pensamentos sabotadores da dieta.

programa_de_emagrecimento_pensamentos_sabotadores_da_dieta_por_alessandra_faria

Esse assunto é tão complexo que faz parte de uma das áreas de atuação da psicologia: Terapia Cognitiva, que ajuda no tratamento do emagrecimento. A obesidade atualmente é um problema de saúde pública que cresce a cada dia.Um dos principais obstáculos no processo de perda de peso é o modo como a pessoa pensa à respeito da alimentação. De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) a permissividade e o merecimento são as que mais prejudicam a perda de peso. Pensamentos como: “Só hoje não fará diferença”, “É final de semana”, “Eu mereço comer por que…”, são algumas das desculpas usadas para justificar comportamentos alimentares controversos.

“A psicóloga Keila Calil, que atua na Clínica Arquitetura do Pensar, em Belo Horizonte, explica que os chamados “pensamentos sabotadores” são formas de compreender e filtrar as informações que nos cercam, porém de maneira disfuncional. “De forma espontânea eles surgem e fazem sentido num primeiro momento, então acreditamos sem questionar, mas depois os analisando melhor, entendemos que nada mais são que desculpas para não cuidarmos de nos mesmos. Em relação à comida, são justificativas para o comportamento de comer de forma errada”. (É aquele ditado: quer ser magro, mas pensa como gordo”.)

Esses pensamentos surgem quando a pessoa faz uma interpretação equivocada e não realista daquilo que percebeu. Diante de algum estimulo o pensamento pode surgir, como um cheiro de bolo, ficar em jejum muito tempo, ver uma vitrine de doces e etc. “Temos vários pensamentos sabotadores já identificados, porém no caso da relação com a comida os mais comuns são: hoje foi um dia difícil eu mereço comer… estou tão cansada, desanimada…já que estou emagrecendo posso me permitir… é final de semana/feriado/férias… ah, mais eu gosto tanto… não tive com recusar…emagrecer é difícil, não dá certo para mim…posso comer só um pouquinho, é tão gostoso… já que comi errado vou abandonar a dieta”, citou a especialista.

O primeiro passo para se evitar os pensamentos sabotadores da dieta é saber a:

Diferença entre a fome e a vontade de comer

A psicóloga esclarece ainda a diferença entre fome e vontade de comer: “Fome é uma reação fisiológica à privação de alimentos. Já a vontade de comer é uma reação psicológica ao desejo de comer. Não é uma necessidade, é uma ideia de necessidade não realista”. Ela garante que esses tipos de pensamentos podem minar a autoconfiança e acabar com qualquer esforço já feito para perder peso e continuar um programa de emagrecimento. Além disso, aumentam o estresse. “Uma pesquisa feita na Universidade de Zurique, na Suíça, demonstrou que o estresse pode sabotar a mudança de hábito alimentar fazendo com que o cérebro interprete que a recompensa dada pelo alimento (comida saborosa, porém não saudável) é melhor do que a intenção de comer de forma saudável” completou.”

programa_de_emagrecimento_pensamentos_sabotadores_da_dieta_por_alessandra_faria3

Os pensamentos sabotadores existem não apenas em relação ao emagrecimento, mas à sua capacidade e à sua felicidade. Podemos estar nos auto sabotando o tempo todo com pensamentos negativos e pessimistas (pense positivo). Livrar-se deles é fundamental para se atingir o equilíbrio e o objetivo. Nem sempre é possível lidar e se livrar deles sozinho, é preciso ajuda de um profissional. Pense nisso.

Fonte: Keila Calil, psicóloga e especialista em terapia cognitiva. Atua na Clínica Arquitetura do Pensar, em Belo Horizonte.

Pauta enviada pela Assessoria de Imprensa Letra comunicação e Marketing.