• Power dressing!

O casamento real parou o mundo nessa manhã de sábado.

Por aqui não foi diferente. Quem não ama conto de fadas, ainda mais real (no duplo sentido da palavra)???

O casamento real do príncipe Harry e a (ex)atriz Meghan Markle foi emocionante e quebrou alguns padrões e protocolos.

Promoveu a representatividade com coral negro e violoncelista jovem negro de 19, Sheku Kanneh-Mason, convidado pessoalmente pelo casal para se apresentar.

Foram muitos pontos interessantes que podemos debater aqui nos próximos dias. Mas, por hoje quero falar de um acessório que acho muito chique e é muito comum em terras britânicas: o acessório de cabeça.

Vou confessar para vocês: tenho um sonho fashion. Usar um look diurno com acessório de cabeça. É a cara da riqueza, da realeza.

Em casamento real não podem faltar: casquete, voilette, fascinator e chapéu. Você sabe diferenciar esses acessórios?

  • Casquete: Pequeno chapéu oval ou redondo, ornado ou não, que deve ser colocado na lateral da cabeça. Esse acessório foi inspirado em chapéu militar dos anos 40 e é mais comum à noite.

  • Voilete: Véu que cobre a cabeça e rosto ou parte destes, muito usado nos anos 30 e 40 para proteger da poeira. Pode ser usado sozinho, apenas colocado na cabeça ou com adorno para fixá-lo. (Abaixo casquete com voilette).

  • Fascinator: Acessório feito de penas, plumas e pedrarias fixado ao penteado. O fascinator pode ser grande ou pequeno. Este acessório, às vezes, é motivo de disputa. Quanto maior, mais poder à usuária. hehehe Pode ser usado à noite ou de dia.

  • Chapéu: Bem, esse acho que todas conhecem. Aqui no blog tem vários posts sobre o tema. O chapéu deve ser usado preferencialmente de dia e sua aba tem a ver com o horário. Quando mais cedo, mais largo, pois é usado para proteger do sol. Deve ser retirado quando à mesa.

Bom, agora vocês podem pegar dois ou mais elementos e criar um acessório de cabeça único. Misture casquete com fascinator e voilete, chapéu com fascinator, assim por diante.

Acabei de lembrar que usei um fascinator no casamento do meu irmão. Mas, era muito pequeno. Não matou minha vontade. kkkk Quero usar de novo.

Fotos: Reprodução.