• Power dressing!

O ensaio no metrô era um dos meus desejos que foi realizado durante o SPFW N45.

É interessante como a gente vai ganhando amor por um trabalho que nem sempre é valorizado e reconhecido.

Uma questão de paixão e sonho que se misturam num emaranhado de emoções, desejos e recordações. Me lembra o livro O Feijão e o Sonho. kkkk

Quando criança, sempre rodeada pelas revistas de moda de minha mãe em seu ateliê de corte costura, deseja um dia ser modelo. Estar naquelas revistas… Vivenciar aquele glamour mostrado em photoshootings maravilhosos pelo mundo.

Bem, percorri outros caminhos. Que, no final, me levaram a isso. A internet possibilita que cada pessoa tenha seus próprios 15 minutos de fama. hehehe Além disso, o blog e minhas redes sociais me permitem realizar boa parte dos meus sonhos de menina. Estar sempre nos eventos de moda e salas de desfiles é um deles.

Após entrar nesse mundo a gente vai desenvolvendo novos sonhos. O de fazer um ensaio no metrô era um deles. Pois, sou formada em engenharia civil com ênfase em transportes e estradas. Por isso, gosto de juntar a moda à engenharia, arquitetura, cultura, arte.

Para fazer esse ensaio escolhi um look all black hi-lo que uniu o inovador e moderno vinil com a delicadeza e feminilidade da renda. Um verdadeiro power dressing (falo mais sobre esse termo em post próximo).

Minha filha esteve comigo. Amo fotografar com ela. Escolhemos um look bem jovial e irreverente, com tendências atuais, mas atemporal ao mesmo tempo. A bomber jacket em cetim deu a leveza necessária à calça cropped em material sintético. Jeitinho feminino e bem moleca.

O ensaio foi muito divertido e emocionante. As fotos ficaram por conta do Luis Soares, fotógrafo excelente que me ouve e traduz em imagens as minhas ideias.

Look da Ana Tripúdio Loja.

Eu visto blusa Josi Queiroga Store e calça Loft 111.