• Confira!

Olá queridas e Queridos!

O novembro azul é o nome da campanha de conscientização do diagnóstico precoce do câncer de próstata como também da importância de se cuidar da saúde do homem.

Estamos no mês da campanha “Novembro Azul”, que alerta sobre a importância do cuidado com a saúde do homem. Voltando o olhar para a saúde e beleza masculina, um dado vem chamando a atenção: o aumento do número de cirurgias plásticas realizadas pelos homens. Demonstrando que eles estão cada vez mais preocupados com a saúde estética. Segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a cada dois minutos, um homem faz plástica no Brasil. O dado revela que em cinco anos quadruplicou o número de homens que se submetem a cirurgias plásticas no país.

Para o cirurgião plástico Rodrigo Credidio, houve uma grande influência do movimento fitness através da mídia e redes sociais. Todo esse movimento fez com que o homem desenvolvesse um desejo maior de cuidar do corpo utilizando recursos como academia, orientação nutricional e cirurgia plástica. “Tal fato acabou gerando uma grande mudança na rotina da cirurgia plástica em relação aos tratamentos masculinos, que se tratava basicamente por procedimentos em busca de rejuvenescimento”.

Segundo o especialista, atualmente, o procedimento mais procurado pelos homens jovens é a lipoaspiração, que proporciona a eliminação da gordura localizada. “Já o público masculino na faixa dos 40 anos buscam os tratamentos para implante capilar. Entre os homens mais velhos, os métodos rejuvenescedores como o Lifting de face, pálpebra e pescoço são os mais procurados por eles, visando uma feição mais jovial e menos cansada”, completou Rodrigo.

Ele lembra que a cirurgia plástica é indicada para qualquer individuo descontente com alguma parte do corpo ou que almeja uma melhora além das possibilidades por meio convencional. “Já a contraindicação é para pacientes que apresentam algum problema de saúde a ponto de comprometer o risco cirúrgico”, explicou o médico.

Mas, Credidio ressalta que é sempre importante buscar profissionais devidamente qualificados e que fazem parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) para a maior segurança do paciente.