• Confira!

Olá Queridas e Queridos!

Prevenção câncer de mama é um tema que deveria ser mais divulgado e debatido durante a campanha Outubro Rosa.

Chega o mês de outubro é hora de falar sobre o diagnóstico precoce e divulgação da campanha Outubro Rosa sobre a necessidade de se fazer os exames anuais a partir dos 40 anos. Sempre levantei essa bandeira e usei minhas redes sociais para divulgá-la, inclusive faço meu check up nessa época.

Mas, de uns tempos para cá, comecei a pensar um pouco sobre o assunto de outra forma. Será mesmo que as autoridades médicas mundiais ainda não sabem como prevenir a doença???? Ou será que o mercado do câncer rende bilhões e essa fonte não pode secar???? Até que ponto poderíamos pensar e trabalhar para prevenção câncer de mama e não estamos fazendo???

prevenção_câncer_de_mama_outubro_rosa_por_alessandra_faria

Pensando nisso, busquei um pouco de informação na rede e junto com a professora Rosi Feliciano trouxemos para vocês o que já é divulgado sobre prevenção de câncer de mama e de próstata também.

Importante ressaltar que fazer os exames e diagnosticar precocemente a doença é o que salva vidas. Portanto, o que é dito aqui como hábitos não deve ser seguido como ação única. A visita anual ao seu médico e os exames ainda são fundamentais para nossa saúde.

Cerca de 300 mil mulheres foram diagnosticadas com câncer de mama em 2011, e a  doença foi fatal em cerca de 40 mil delas. O câncer de mama também afeta homens, com mais de 2.000 casos sendo diagnosticados anualmente.

E lembrem-se, muitas das mudanças de estilo de vida que são descritas aqui podem reduzir a incidência de outras doenças como pressão alta e melhorar sua qualidade de vida.

1) Melantonina – Mantenha seu quarto escuro

Uma pesquisa foi realizada por cientistas da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp) em colaboração com colegas do Hospital Henry Ford de Detroit, em Michigan, nos Estados Unidos, e publicado em janeiro/14 na revista PLoS One.

Constatou-se que “a melatonina consegue inibir o crescimento tumoral e a produção de células cancerosas, além de bloquear a formação de novos vasos sanguíneos do tumor em modelos animal [in vivo] e celular [in vitro]”, conforme informou Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari, professora da Famerp e coordenadora do projeto, à Agência FAPESP.” (fonte aqui)

A melatonina é um poderoso antioxidante com uma ampla gama de benefícios para a saúde. Incluindo proteção contra distúrbios neurodegenerativos, como a doença de Alzheimer, melhores resultados para pacientes com câncer e até reduziu a ocorrência de enxaquecas.

Uma vez que a produção de melatonina no corpo diminui após os 40 anos, este é um suplemento que é frequentemente recomendo às mulheres que estão preocupadas com o câncer de mama. – Consulte seu médico e nutricionista.

2) Faça exercícios diários regulares

Estudos têm demonstrado que as pessoas que se exercitam por um total de quatro horas por semana têm um risco significativamente menor de desenvolver câncer entre outras doenças.

O exercício também ajuda com o controle de peso, que é amplamente conhecido por ter um impacto positivo em inúmeros aspectos da sua saúde.

3) Limite a ingestão de álcool

Ou considere desistir completamente. Consumir mais de quatro porções de álcool por semana aumenta o risco de câncer de mama.

deficiência-de-vitamina-D 2

4) Suficiência de vitamina D – Passe pelo menos 20 minutos por dia ao sol

Isso ajuda a aumentar seus níveis de vitamina D, também conhecida como “a vitamina do sol”.

Pesquisas já comprovaram a relação entre a deficiência de vitamina D e a maior incidência de câncer. (leia mais)

Também foi comprovado que as mulheres pós-menopausa com os níveis mais altos de vitamina D apresentaram menor risco de desenvolver câncer de mama quando comparadas às que apresentam níveis mais baixos.

Um exame de sangue simples pode dizer se você precisa de mais vitamina D3. Se isso for o caso, seu médico pode sugerir a dosagem apropriada.

5) Evite produtos de limpeza domésticos tóxicos, pesticidas

Já é comprovado que esses produtos contêm substâncias químicas que perturbam nossos hormônios e atuam como agentes cancerígenos, principalmente pesticidas.

6) Construa suas boas bactérias com um suplemento pro biótico – Consulte seu nutricionista para lhe orientar.

Os pro bióticos fornecem uma longa lista de benefícios para a saúde, incluindo ajudar com a colisão adequada do estrogênio, um hormônio implicado no câncer de mama.

7) Reduza o estresse com a meditação

O estresse aumenta os níveis do hormônio do estresse conhecido como cortisol, que está relacionado a alguns problemas de saúde graves, incluindo ansiedade, ganho de peso e câncer.

A meditação reduz o cortisol enquanto aumenta os níveis do hormônio serotonina e apoia a imunidade saudável – outro elemento importante para combater o câncer.

8) Alimentação saudável

Consuma os alimentos considerados protetores do organismo. Coma pelo menos duas xícaras de brócolis por semana

Os brócolis contém uma substância conhecida como carbinol indol-3 (I3C), que suporta equilíbrio de estrogênio saudável em todo o corpo e protege as células da mama sendo quase um remédio natural contra o câncer de mama. Couve-flor e couves de Bruxelas também contêm quantidades significativas de I3C.

Assista ao vídeo, aqui: Dicas para prevenção do câncer de mama – Outubro Rosa

Fotos: reprodução.