• Confira!

Olá Queridas e Queridos!

A acne é um mal que acomete a pele de homens e mulheres em diferentes fases da vida.

Muito se fala sobre o assunto, por isso hoje trago alguns dos principais mitos e verdades sobre essa inflamação que afeta as glândulas sebáceas.

Acne é o nome dado a espinhas e cravos que surgem devido a um processo inflamatório das glândulas sebáceas e dos folículos pilossebáceos. Existem mais de 50 tipos de acne, mas a forma mais comum é chamada de acne vulgaris. As causas variam entre bactérias, genes, hormônios e fatores locais dos poros. Mas hormônios sexuais, que começam a ser produzidos na puberdade, são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, assim como pelo surgimento da acne. As lesões aparecem com mais frequência na face. Mas também podem ocorrer nas costas, ombros e peito. Esses hormônios, chamados andrógenos e estrógenos, são produzidos tanto pelos ovários (mulher) e testículos (homem) quanto pelas glândulas suprarrenais (duas pequenas glândulas situadas sobre os rins) em ambos os sexos.

Hormônios sexuais, que começam a ser produzidos na puberdade, são os principais responsáveis pelas alterações das características da pele.

Mas, outras alterações hormonais também podem provocar acne como gravidez e o climatério. Outros fatores também estão relacionados ao aparecimento da acne como estresse.

acne_mitos_e_verdades_sobre_acne_por_alessandra_faria2

Porém, há ainda muitas dúvidas sobre as causas, os sintomas e os tratamentos mais adequados para a acne. Veja o que é mito e o que é verdade sobre o assunto:

Dá para curar a acne? Falso.

A acne não é curável, ao contrário do que é garantido por tantos anúncios de produtos para pele. Mas, utilizando remédios adequados e seguindo uma dieta balanceada é possível controlar o avanço ou prevenir o desenvolvimento da doença.

A acne é pior na adolescênciaVerdadeiro.

A acne é uma doença das glândulas sebáceas da pele decorrente da obstrução dos poros, com surgimento de lesões conhecidas popularmente por espinhas. As lesões da acne geralmente ocorrem na face (mais comum), pescoço, dorso, tórax e ombros. Apesar de não ser uma séria ameaça à saúde, as cicatrizes permanentes podem desfigurar uma pessoa e ser motivo de ansiedade. A relação exata entre acne e adolescência é desconhecida, mas as variações hormonais típicas do período fazem com que as glândulas sebáceas aumentem seu tamanho em até três vezes.

Mulheres que não menstruam direito têm mais acneVerdadeiro.

Em algumas mulheres, a acne persistente é causada pela produção excessiva de andrógenos e isto pode ser diagnosticado a partir de alguns sinais, como: acne de início na idade adulta, hirsutismo (crescimento excessivo de pelos em lugares onde antes não existiam), acne que piora no período pré-menstrual, ciclos menstruais irregulares e níveis sanguíneos elevados de certos andrógenos.

O estresse piora a acne? Verdadeiro.

O estresse realmente pode agravar a acne em alguns indivíduos. Manter um padrão regular de sono e vida saudável é importante no controle da doença.

O sol ajuda a melhorar a acneFalso.

A princípio, o sol mascara a acne, desidratando as glândulas da pele, e parece melhorar o quadro geral. Mas o sol também danifica os folículos e causa entupimento dos poros, resultando em mais acne – este efeito em geral surge 3-4 semanas após exposição à luz solar.

Pizza, chocolate e outras “guloseimas” podem causar surtos de acne? Falso.

Menos de 2% dos casos de acne é consequência de alergias alimentares. Na maioria das pessoas, porém, não existe uma associação específica entre determinados alimentos e acne – o que existe é uma relação entre acne e ingestão calórica. Dietas hipercalóricas aumentam os níveis de testosterona e a testosterona aumenta a produção de secreção nas glândulas da pele – que posteriormente se transformarão em lesões da acne. Uma boa nutrição ajuda a manter a pele saudável.

Exercício ajuda a melhorar a acneVerdadeiro.

Exercitar-se faz bem para a saúde, melhora a circulação sanguínea e oxigena melhor os órgãos do corpo – inclusive a pele, o maior deles. Tome apenas o cuidado de lavar o rosto após os exercícios para remover o suor e a secreção oleosa que contêm bactérias.

É bom manter o rosto sempre limpoVerdadeiro.

Mas deve-se tomar cuidado com a “limpeza”. Não lave exageradamente. A pele precisa de um nível específico de pH para manter-se saudável. É importante observar que a acne não é causada unicamente por pele “suja”, mas resulta de poros obstruídos infectados com bactérias – e isto é causado por uma série de fatores, não apenas sujeira. Limpar o rosto muitas vezes não é o suficiente para evitar a acne e ainda pode causar o efeito rebote. Além disso, limpar erradamente pode agravar a doença.

O recomendado: lave seu rosto duas ou três vezes por dia, no máximo, desde o queixo até a linha de cabelos na parte superior da testa, com movimentos circulares e delicados. O ideal é usar sabonete próprio para pele acneica. Enxágue com bastante água morna e utilize uma toalha macia para secar a pele. Não utilize buchas ou esponjas. Procure seu dermatologista para lhe orientar sobre a limpeza adequada.

Espremer melhora? Falso.

Em hipótese alguma esprema suas espinhas – isto só aumenta o risco de cicatrizes indesejáveis. Além disso, não colocar as mãos nos rosto talvez seja o remédio mais menosprezado na história do tratamento da acne. As mãos são uma fonte interminável de bactérias. Evitar este contato é especialmente difícil – em geral ele ocorre de maneira inconsciente – mas não menos importante que todos os outros remédios e “simpatias” que você utiliza.

Fonte: Cristiane Câmara Alves (CRM 50504) é médica graduada pela Universidade José do Rosário Vellano (UNIFENAS). 

P.S. Existem graus diferentes de acne. Em um deles, além da inflamação, existe também a infecção sendo necessário utilizar remédios mais fortes como antibióticos. Se você tiver problemas com acne, não subestime a doença. Procure um dermatologista para fazer o tratamento adequado.

Fotos: reprodução.