• Saiba mais

Olá Queridas e Queridos!

Fazer as malas de viagem pode ter ficado mais complicado depois que saíram as novas regras da ANAC sobre taxa de peso de bagagem nas viagens de avião.

As férias escolares começaram e muitas famílias já estão com destino certo. Porém, se não quiserem ter um gasto a mais ao despacharem as suas malas, devem seguir as novas regras da ANAC que entraram em vigor em março de 2017.

fazendo_as_malas_de_viagem_conforme_as_novas_regras_da_anac2

Para nos ajudar com essa questão, hoje trouxe esse artigo da personal organizer Luara Faria com várias dicas de como fazer as malas de viagem obedecendo às regras da ANAC.

Antes as companhias aéreas eram obrigadas a receber a franquia de bagagem por passageiro, porém a partir da nova regra, esta obrigatoriedade não existe mais e a cobrança varia de cada companhia aérea. “Portanto, antes de fazer as malas, certifique-se qual a política adotada pela companhia aérea escolhida por você”, ressalta Luara Faria, personal organizer.

Veja as dicas dadas pela Personal na hora de arrumar as malas de viagem:

  • Tenha em mente o objetivo de sua viagem, o número de diárias, passeios e clima da região;
  • Analise o tipo de mala e veja se é apropriada para a viagem. Fique atento ao peso da mala vazia e também ao peso das roupas e acessórios que serão colocados dentro dela. Caso não tenha uma balança, faça uma comparação segurando as peças que deseja levar e veja qual exerce mais peso em suas mãos. Opte pelas mais leves;
  • Escolha roupas de cores neutras e que combinem entre si. Foco nos acessórios. Eles ajudam a criar looks diferentes usando as mesmas peças de roupa. Exclua tecidos pesados e/ou que amassem com facilidade;
  • Na hora de colocar as roupas na mala, faça o menor número de dobras possível. Coloque as calças com apenas uma dobra no fundo da mala e as blusas e camisetas esticadas uma em cima da outra. Blusas de frio também devem ser colocadas esticadas, pois ao serem dobradas, fazem mais volume;
  • Sapatos geralmente pesam muito e ocupam muito espaço. Viaje com o mais pesado (no caso do frio, opte por usar a bota) e deixe para colocar na mala os mais leves. Um chinelo, um tênis e um sapato ou sandália de cor neutra são suficientes para sua viagem inteira.

No caso, da bagagem de mão, o peso passa de 5 kg para 10 kg e a soma da medida de largura, altura e profundidade não deve ultrapassar 115 cm. O passageiro também pode levar consigo um segundo volume menor, como uma bolsa ou uma mochila pequena, onde deve guardar documentos, dinheiro, remédios, chaves, eletrônicos e quaisquer outros objetos frágeis, importantes ou de valor, já que a companhia não se responsabiliza por perdas ou danos causados em artigos dentro dela.

Eletrônicos

Devem ser transportados na bagagem de mão, respeitando o peso especificado por lei. Lembre-se que sua bagagem de mão não pode exceder 10kg. Opte por levar o tablet ao invés do notebook. O celular pode ser usado como câmera fotográfica e filmadora. Não esqueça os carregadores!

Líquidos

Em voos nacionais, a quantidade total de líquidos e/ou géis transportada na bagagem de mão não pode passar de 1,2 kg ou 1,2 litro. Cada frasco não pode pesar mais do que 300 gramas ou ter capacidade maior do que 300 ml.

Já em voos internacionais, quaisquer líquidos devem ser armazenados em embalagens de até 100 ml. O limite máximo permitido é de um litro ou 10 frascos de 100 ml.

IMPORTANTE: Não importa se o produto transportado já foi usado, o que vale é o que está escrito na embalagem. Esses produtos, caso não estejam nas normas da Polícia Federal, ficam retidos no aeroporto e não há como resgatá-los posteriormente.

Lembre-se que mesmo que esteja em um voo nacional, se for passar pelo embarque internacional, você deverá respeitar as normas para voos internacionais.

Alimentos

Todos os produtos perecíveis e alimentos em geral, desde que armazenados em embalagens à prova de vazamentos, podem ser transportados na bagagem de mão sem problemas. Fique atento ao prazo de validade dos alimentos que transportará. Caso o alimento necessite de refrigeração, será necessário um transporte adequado, em recipientes térmicos.

Materiais esportivos

Para este tipo de material, sempre é bom se informar com a companhia aérea. Existem casos que podem ser transportados dentro da cabine, geralmente os acessórios. Outros não podem ser nem despachados! Fique atento.

Instrumentos musicais

Se estiver dentro das dimensões e peso especificados por lei, o instrumento pode ser transportado como bagagem de mão. Se for maior ou mais pesado do que o permitido, deverá ser despachado dentro de um case rígido e apropriado. De novo: é importante checar o procedimento com a empresa.

Eletrodomésticos

Quaisquer eletrodomésticos pequenos podem ser transportados como bagagem de mão, desde que devidamente embalados. Porém, como o tamanho não é especificado, vale a consulta prévia junto à companhia.

Artigos proibidos

Armas e objetos pontiagudos e cortantes, ferramentas, substâncias inflamáveis, químicas e/ou tóxicas.

Pauta enviada pela Máxima Assessoria de Imprensa.

Se você ainda tiver dúvidas sobre como acondicionar as roupas nas malas de viagem, clique aqui.

Fotos: reprodução.