• Confira!

Olá Queridas e Queridos!

A Urban Arts sedia exposição Heroes by Jack do artista João Gabriel Jack. E esse é o tema da nossa coluna Para se Inspirar de Hoje.

urban_arts_sedia_heroes_by_jack_por_alessandra_faria

Na última quarta fui ao lançamento da exposição Heroes by Jack na galeria de arte Urban Arts Savassi aqui em BH. A exposição traz releituras de vários heróis de HQ como Mulher Maravilha, Hulk e Volverine.

urban_arts_sedia_heroes_by_jack_por_alessandra_faria2

As releituras dos super-heróis de Jack deixam um gosto de acidez no canto da boca. Os personagens não aparecem combatendo vilões, salvando o dia ou pagando de bons samaritanos, como seria de se esperar. Eles são retratados de forma instigante e provocadora, talvez, como sugere o artista, embalados por riffs de guitarra ou uma improvisação de jazz . “Eu inseri elementos do meu repertório como a música, os filmes de terror e a moda para compor uma nova personalidade para esses ícones que já são conhecidos do grande público. Quem visitar terá uma experiência nova”, explica o artista.

João Gabriel Jack é geek assumido, músico e artista autodidata. O artista aproveita o seu universo como fonte de inspiração para suas criações. Concebeu a exposição Heroes, composta por 12 ilustrações em acrílica e técnica mista em  papel canson. A mostra tem entrada gratuita e poder ser visitada entre os dias 07 de junho e 1º de julho na galeria Urban Arts Savassi, no horário de segunda-feira a sexta-feira de 10h às 19h e sábado de 10h às 15h.

Capitão Anarquia

O lançamento foi super descolado com show pocket de Pedro Olem e o pessoal da Intelligenza Cafés Chás e Drinks de café. Eu ainda não conhecia a galeria Urban Arts e adorei o conceito. Criada em 2009, por André Diniz, quando o empreendedor ainda trabalhava com obras de arte somente pela internet. Em 2011 foi aberta a primeira galeria na famosa rua Oscar Freire, na capital paulista. Já em 2012, a Urban Arts deu partida no projeto de franquias, com o objetivo de expandir a marca e levar o conceito da empresa para outras cidades do território nacional. Foram investidos R$5 milhões em todo o processo.

A galeria cadastra artistas de vários lugares do mundo e faz impressões limitadas de suas obras. Dessa forma, os artistas podem vender seu trabalho e divulgar o nome. Além disso, torna a arte um item bem mais acessível e democrático.

Para Belo Horizonte, os empresários Leonardo Salvo e Georgia Lavorato trouxeram a Urban Arts em 2013 estimulados pela visão de democratização da arte que a galeria defende. A dupla tem como proposta criar um espaço para os artistas mineiros desenvolverem um trabalho especial, dar a eles a oportunidade de exporem suas obras. Artistas como  Francisco Valle, Davi de Melo Santos (DMS), Thiago Fernandes, Daniel Tavares e, agora, João Gabriel Jack expuseram seus trabalhos na galeria.

No acervo da UA, o público encontra quadros, posters, adesivos de parede, skins para notebooks e celulares, sketchbooks, almofadas, jogos americanos, entre outros produtos descolados. Por meio do site (urbanarts.com.br), qualquer pessoa pode cadastrar seus trabalhos, que passam por uma curadoria interna e, se aprovados, ficam acessíveis para visualização e compra pela internet e nas lojas físicas da UA.

Parte da Pauta e fotos enviados por Mateus Meireles.