Alessandra Faria Estilo e Maquiagem

Blog de BH, sobre moda e beleza, maquiagem e life style.

Archives

23
mar
2017

Celulite e retenção hídrica: saiba diferenciá-las!

celulite_e_retenção_hídrica_saiba_qual_a_diferença_por_alessandra_faria

Olá Queridas e Queridas!

Celulite é um dos grandes pavores das mulheres modernas. Ela acomete principalmente as mulheres de várias faixas etárias, em graus variados.

celulite_e_retenção_hídrica_saiba_qual_a_diferença_por_alessandra_faria2

A celulite é uma alteração na superfície da pele que apresenta furinhos como os da casca da laranja. Essa alteração afeta cerca de 85% a 98% das mulheres após a puberdade. É causada pela inflamação e acúmulo de água no tecido adiposo e mexe diretamente com a auto estima da mulher. Insatisfeita com a aparência do corpo, muitas sentem vergonha ao expô-lo em público como praia e piscina ou até mesmo na frente do parceiro.

Apesar da celulite ser bem conhecida pelas mulheres, o que muitas não sabem (inclusive eu) é que a retenção hídrica também pode causar essa aparência. A nuticionista Gabriella Alves, da Corpometria vem hoje nos esclarecer qual a diferença entre celulite e retenção hídrica e como resolver a segunda de forma e melhorar o aspecto da pele. Confiram:

Existem vários graus de celulite, mais especificamente quatro. Na celulite grau 1, as alterações não são muito visíveis e na maioria das vezes só é possível vê-las quando uma pressão é feita com os dedos em forma de pinça. No grau 2, já estão visíveis sem precisar fazer qualquer tipo de pressão na pele. A situação no grau 3 já é considerada mais grave e o local da celulite pode se tornar doloroso. O grau 4 é o mais grave, pois existe a formação de nódulos de fibrose e que se tornam muito doloridos e deixam alguns pontos da região afetada enrijecidos.

Mas será que o que você denomina celulite, é celulite mesmo? Será que toda ondulação ou volume na pele é considerada celulite? Gabriela explica que para que ela seja caracterizada é preciso conter tecido adiposo, água e inflamação. “Algumas dessas mulheres que se queixam sobre celulite, mas sequer possuem acúmulo de gordura suficiente para caracterizar esse quadro”, exemplifica a nutricionista.

Entra então um ponto chave: Quanto de água você bebe? Quantas vezes vai ao banheiro? Qual a coloração da sua urina? “As respostas frequentemente são similares: ‘Menos do que eu deveria'”, acrescenta Gabriella. Mas o que isso tem a ver com a celulite? Tudo! A retenção hídrica também causa irregularidades na pele e se o balanço hídrico, ou seja, a quantidade de água do corpo, não estiver correto, pode facilmente existir um equivoco quanto a causa das “celulites”.

Em poucos dias, quando o balanço hídrico é normalizado, muitas dessas “celulites fakes” desaparecem. “Caso realmente se tratasse do que se pensava, elas seriam derivadas do tecido adiposo inflamado e, de modo algum, seriam eliminadas em uma semana”, reafirma a nutricionista. Experimente consumir a quantidade de água necessária, 40ml de água para cada quilo de peso, e evite alimentos que causem retenção, como sal, açúcar, embutidos, fast-foods, derivados de farinha branca, refrigerantes e alimentos industrializados e ricos em sódio.

Para evitar o sal você pode substitui-lo por Sal de Ervas, que é fácil e simples de preparar em casa (receita abaixo). Além de conter ervas que promovem a eliminação do excesso de líquidos, ele ressalta o sabor dos alimentos, fazendo com que menos quantidade do sal seja necessária no preparo.

trend_home_outubro_rosa_na_decoracao_de_ambientes_por_alessandra_faria2

O consumo de alimentos diuréticos, como: salsão, chá de hibisco e chá de cavalinha, também é bem-vindo! Mesmo se o motivo das suas irregularidades não for somente retenção, combatê-la também é importante para reduzir o acúmulo de água no tecido adiposo e, consequentemente, reduzir o grau da sua celulite. Talvez o seu problema seja mais fácil de resolver do que você pensa!

Sal de Ervas

02 xícaras de sal marinho, sal do himalaia ou sal grosso

01 xícara de manjericão fresco

01 xícara de alecrim ou salsinha frescos

01 xícara de cebolinha fresca

Modo de fazer:

Bata o manjericão, a cebolinha e o alecrim lavados e secos no multiprocessador/ liquidificador. Acrescente o sal aos poucos e bata bastante. Coloque em uma vasilha de vidro com tampa e armazene na geladeira por até 4 meses.”

Bora prestar atenção na retenção de líquidos. Eu sofro muito com isso e já escrevi sobre ela aqui e sobre a importância do bom funcionamento do intestino aqui.

Fotos: reprodução.

Pauta enviada pelo grupo Objetiva Comunicação e Assessoria.