Alessandra Faria Estilo e Maquiagem

Blog de BH, sobre moda e beleza, maquiagem e life style.

Archives

30
dez
2016

Último look do ano!

look_all_black

Olá Queridas e Queridos!

Hoje trago o último look do ano. O tema escolhido para esse look foi o all black, trend que nos acompanhou durante todo ano de 2016.

look_all_black_para_reveillon

Já pensaram em passar o reveillon com uma cor atípica: de all black? Algumas pessoas me responderam a esse pergunta no meu instagram (já me segue @alessandrafariablogger) e facebook. Algumas disseram que sim, na adolescência. kkkk Com certeza em tempos de rebeldia ou de sentimento punk ou dark (vivi muito essa época).

Mas, por que o preconceito com a cor que sempre nos acompanha no dia a dia? Passar a virada de preto pode parecer meio bizarro, mas afinal é somente mais uma cor. E, se você deseja usar cores para atrair seus desejos, pode fazê-lo em acessórios e underwear (veja aqui como usar a roupa de baixo para passar o ano novo).

Para essa inspiração de look para o ano novo tive como ponto de partida o body preto rendado da Out Let Lingerie Buritis. Trend fortíssima do momento o body uderwear agora virou roupa de cima. hehehe Tem sido visto por aí totalmente à mostra formando look com as mais variadas peças: desde as informais como os jeans, às mais formais e sensuais como as saias lápis.

Eu escolhi shorts bordados e colete para compor meu look. O look ficou bem sensual, mas com elegância, leve e fresco apesar do poder do preto. Para dar um toque de brilho combinei com acessórios em pedraria e metal. Na maquiagem não poderia faltar o batom vermelho para dar um toque de cor.

look_all_black_para_reveillon2

look_all_black_para_reveillon4

fotometrar6956

look_do_dia_all_black

Ok. Preto é demais para passar a virada, né? Ainda mais de um ano que foi tão pesado quanto 2016. Mas, dá pelo menos para usar esse look como o último do ano, na baladinha de sexta, o que acham?

Fotos: Carol Rezende @fotometrar

27
dez
2016

3 cores para passar o ano novo!

looks_para_o_reveillon_2017-6

Olá Queridas e queridos!

3 cores foram minhas opções para pensar nos looks para passar o ano novo: vermelho, amarelo e branco!

looks_para_o_reveillon_2017-5

Por isso, juntei algumas inspirações de looks street style nestas cores para trazer para vocês. Como nosso país exige pouca formalidade para o reveillon, mesmo porque a maioria acaba passando na praia ou nas montanhas junto a cachoeiras, escolhi looks esportivos e simples, mas que podem fazer bonito na noite da virada. Também busquei inspirações que pudessem fazer parte do nosso próprio guarda-roupa, afinal em tempos de crise, o melhor é economizar.

Para deixar os looks mais glamourosos, invista em acessórios metalizados e/ou com pedrarias. Abuse do glitter na maquiagem e use uma lingerie com uma outra cor que atenda seus pedidos para 2017.

Para todos os looks pensei em peças fluidas, leves e frescas como chemises, túnicas, batas, pantalonas. A transparência é bem vinda na festa da virada, seja em tecidos finos ou na trama de rendas, tricô ou até mesmo crochê.

Peças que foram must have das últimas estações como o top cropped, a blusa ombro a ombro e a pantacourt também serviram de inspiração. Confiram o que cada cor pode trazer de vibrações para seus looks.

looks_para_o_reveillon_2017-7

O branco é um clássico de reveillon e preferido pela maioria das mulheres. É a mistura de todas as cores, por isso promove harmonia. É a cor da paz e da pureza transmitindo calma, tranquilidade e transparência. É um ótimo repelente de energias negativas, elevando as vibrações espirituais, facilitando o contato com seus guias espirituais.

looks_para_o_reveillon_2017-3

looks_para_o_reveillon_2017-2

O amarelo é outra cor que me agrada muito para festa da virada. Cor quente e vibrante que desenvolve o intelecto e a capacidade mental. O amarelo é a cor da alegria, da jovialidade e da criatividade e do otimismo. O amarelo é a cor do sol e traz luz para solução dos problemas. Atrai pessoas alegres, dizem que também atrai prosperidade para o próximo ano.

looks_para_o_reveillon_2017-yellow

looks_para_o_reveillon_2017-8

looks_para_o_reveillon_2017-1

Por último, minha cor preferida: vermelho. O vermelho é uma das cores mais sensuais da paleta. Poderoso e vibrante, ele é alegre, aumenta a auto estimo e proporciona muita energia, força de vontade e liderança. É a cor da paixão e do sentimento, estimulando a energia física e impulso sexual.

looks_para_o_reveillon_2017-10

looks_para_o_reveillon_2017-12

looks_para_o_reveillon_2017-9

looks_para_o_reveillon_2017-13

E vocês tem uma cor específica para passar o reveillon? Deixe nos comentários.

Fotos: reprodução.

26
dez
2016

2016 – o ano do divórcio!

divorcio_2016_foi_o_ano_dos_divorcios

Olá Queridas e Queridos!

2016 foi mesmo o ano de divórcio. A bruxa esteve solta durante o ano e a quantidade de separações, inclusive de celebridades foi assustadora.

divorcio_2016_foi_o_ano_dos_divorcios2

Chegando à reta final de 2016 é tempo de fazer reflexões sobre tudo que aconteceu no decorrer do ano. Alguns dos assuntos que mais dominaram os tablóides e as redes sociais foram os divórcios das celebridades.

Angelina Jolie e Brad Pitt, William Bonner e Fátima Bernardes, Luana Piovani e Pedro Scooby e tantos outros casais anunciaram a separação neste ano. Afinal, será que nunca vai existir um casamento perfeito? O que será que aconteceu com estes casais?

Pesquisas recentes mostram um aumento do número absoluto dos casamentos entre homens e mulheres de cerca de 37,1%, nos últimos 30 anos. A duração, no entanto, diminuiu: em 1984, a duração média de um casamento era de 19 anos. Hoje, esse tempo se reduziu para uma média de 15 anos. O número de divórcios no país cresceu mais de 160% na última década. Dados da pesquisa Estatísticas do Registro Civil de 2014, divulgados pelo IBGE, indicam que foram homologados 341,1 mil divórcios, um salto significativo em relação a 2004, quando foram registrados 130,5 mil divórcios.

E quando falamos da separação de casais até, então, modelos de uma relação amorosa e duradoura frustram e decepcionam pessoas que os tinham como referências. O divórcio de pessoas famosas e populares sempre traz um burburinho nas redes sociais. Situações como essas levantam questões como: casamento tem prazo de validade?

A psicóloga e sexóloga Sônia Eustáquia Fonseca explica que é normal nos identificarmos com pessoas que por estarem expostas, acabam sendo exemplos de uma possível realização que gostaríamos de viver, por isso, quando elas se separam, ficamos tão chocados. “As pessoas se casam para viver felizes para sempre, porém não contam com as mudanças que terão que fazer em suas vidas pessoais quando decidem viver a dois. Mas, algumas razões como filhos e administração de bens, por exemplo, fazem com que mesmo não estando felizes, os casais mantenham o casamento”.

Causas que levam ao divórcio

Angelina Jolie e Brad Pitt decidiram se separar após doze anos de união. O verdadeiro motivo não foi divulgado, mas a especialista afirma que existem pontos que interferem diretamente nessa decisão. “Há um desgaste natural nas relações, independentemente de ser a relação do casamento. Geralmente, idealizamos uma pessoa e nos apaixonamos por essa ideia, chamamos isso de amor de transferência. O conflito é justamente a “desidealização” e o esmaecimento do vigor do desejo sexual, que são fatores determinantes na decisão da separação”.

A psicóloga completa que a perda de parceria e amizade pode ter mais peso do que a perda do desejo sexual. “Percebo que a perda da fidelidade motiva mais separações do que outras. O ciúme também pode ser um motivo de separação, já que gera desconfiança e atitudes embaraçosas que podem culminar em um término da relação. A insegurança, a baixa autoestima, entre outros sentimentos também motivam bastante as separações”.

Uma dica da especialista para tentar manter a saúde de um relacionamento é não expor os problemas conjugais a terceiros ou a pessoas que não poderão ajudar de forma eficiente. “Procurar ajuda profissional em uma situação de desgaste é um investimento para o casamento”.

Infelizmente, também estou fazendo parte dessa estatística. Depois de 23 anos juntos, sendo 8 dentro do casamento e um saldo de 3 filhos, meu relacionamento acabou em 2016 e já estamos finalizando o divórcio em breve. O que aprendi com o meu fracasso (sim, é assim que nós mulheres nos sentimos logo após a separação de corpos) é que um relacionamento só será duradouro se o amor for verdadeiro. Não esse amor romântico que vemos nos filmes. Esse tipo de amor não basta. É preciso se doar por inteiro pelo outro e pela família. Quando a felicidade de for promover a felicidade do outro, todas as outras premissas do casamento estarão presentes: respeito, lealdade (vai muito além da fidelidade), parceria, companheirismo, reciprocidade e amizade.

Se você não tem interesse ou capacidade de viver em função da felicidade do outro, então a melhor forma de evitar o seu divórcio é não se casando com essa pessoa. REFLITA SOBRE ISSO!

Parte da pauta enviada por Letra Comunicação.

Fonte: Sônia Eustáquia, psicóloga clínica e sexóloga