• Power dressing!

Olá Queridas e Queridos!

A toxina botulínica, também chamada de botox, tem uma gama de possibilidades de uso que vão muito além do rejuvenescimento. Ela pode solucionar problemas variados de saúde, inclusive alguns bucais que envolvem desde a estética do sorriso a disfunções de articulação mandibular.

toxina_botulinica_botox_therapy_botox_face

Com certeza vocês já ouviram falar da toxina botulínica ou botox face, que é popularmente conhecida por suavizar rugas e linhas de expressão na região da face.O botox ajuda no rejuvenescimento e na prevenção do envelhecimento.

A toxina botulínica é injetada em algum dos 23 músculos do rosto, enfraquecendo-o e paralisando seus movimentos, o que impede o surgimento de rugas dinâmicas e estáticas.

O que poucos sabem é que o botox therapy vai muito além do fator estético, o procedimento também pode ser utilizado para fins terapêuticos. Um deles, por exemplo, é como solução para doenças causadas pelo excesso de contração dos músculos mastigatórios. Recentemente, o plenário do CFO (Conselho Federal de Odontologia) aprovou, na sede do Conselho em Brasília, norma que regulamenta o uso da substância toxina botulínica por cirurgiões-dentistas.

toxina_botulinica_botox_therapy_botox_face4

Recebi a pauta da Digital Trix Relacionamento com excelentes dicas do cirurgião-dentista Fernando Buranello, da Esthetic Aligner, sobre tratamentos bucais simplificados pelo uso do Botox:

1) Sorriso Gengival: Acontece quando ao sorrir aparece uma faixa de gengiva grande tornando o sorriso antiestético. “Antigamente, para solucionar o problema, era necessário uma cirurgia invasiva chamada de plástica gengival, em que há a descola da gengiva. Hoje por meio da toxina botulínica é possível corrigir o problema em apenas uma aplicação” – explicaFernando.

2) Bruxismo: As disfunções da articulação temporomandibular (ATM) atingem cerca de 30% da população mundial, segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS). “O distúrbio faz com que o paciente tenha o hábito de ranger ou apertar os dentes”. O cirurgião-dentista afirma que uma das soluções para o problema seria o uso de uma placa para encaixar na boca (eu nunca me adaptei com a placa). Contudo, essa prática causa incômodo nos pacientes. “Por isso, acredito que a aplicação do Botox é um dos melhores tratamentos para a disfunção”.

3) Distonia: A disfunção se caracteriza por espasmos musculares involuntários que produzem movimentos repetitivos na região da face. “O tratamento mais indicado é a toxina botulínica tipo A, injetada nos músculos”.

4) Sialorreia: É quando acontece o excesso de produção de saliva que pode ser causada pela fraqueza ou falta de controle nos músculos da face, língua, boca ou garganta. “Antes do Botox era necessário uma cirurgia envolvendo a ligação dos ductos da glândula parótida e a excisão da glândula submandibular, eliminando a sialorreia de forma permanente e total, mas com a aplicação do Botox não é mais necessário cirurgia”, finaliza o Dr. Fernando.

Eu ainda não fiz botox face, mas este é um dos meus planos para 2017. Acompanhe tudo por aqui, pois vou mostrar os procedimentos e os resultados para vocês.

Fotos: reprodução.

Pauta: Digital Trix e Alessandra Faria.