• Cuidados no carnaval!

Olá Queridas e Queridos!

Estresse emocional é um dos motivos que podem causar sérios problemas na saúde e prejuízo no desempenho profissional. Veja no artigo de hoje quais os sintomas causados por esse estresse e como evitá-lo.

estresse_no_relacionamento_como_afeta_sua_saude_e_seu_casamento

Quem não vive estressado hoje em dia? É difícil termos um dia sem ter passado por pelo menos uma situação de estresse. É a correria, é o trânsito, o medo da violência, a cobrança no trabalho… Não que ele seja sempre ruim, muitas vezes o estresse pode estímulo para tomarmos uma atitude ou conseguir conquistar o que desejamos, mas os excessos e a forma como lidamos com o estresse é que são os problemas e podem acabar afetando na nossa vida psicológica e também passar a ter sintomas físicos.

Os motivos do estresse podem ser os mais variados possíveis. O estresse pode vir do trabalho, da vida social amigos e também dos relacionamentos amorosos e/ou familiares. Os problemas em casa para algumas pessoas ficam martelando na cabeça, o que gera ainda mais estresse e pode prejudicar qualquer relacionamento saudável, tornando a rotina um pé de guerra. No trabalho costumamos não levar o problema para casa, mas quando é o inverso, é como se esse problema nos perseguisse.

O relacionamento humano não é coisa fácil. Digamos que não é para amadores. hehehe A convivência diária com alguém que tem uma educação completamente diferente da nossa, que tem valores, convicções e muitas vezes idéias diferentes, pode levar a muitos conflitos. Muitas vezes simples e bobos que tomam uma dimensão hipervalorizada. Pronto, o estresse emocional já está instalado.

estresse_emocional_como_afeta_sua_saude_e_seu_casamento3

Entre os problemas que o estresse emocional pode lhe trazer estão:

– Fortes dores musculares e nas articulações

– Elevação do hormônio cortisol, que pode afetar o coração e os pulmões, aumentando as chances de doenças cardíacas, sensação de taquicardia. O aumento do cortisol também pode acarretar o ganho de peso.

– As alergias e queda de cabelo podem ser problemas constantes, podendo agravar também algum problema que já tenha, como soríase ou rinite, ficando mais constantes os ataques.

– Indigestão e aquela sensação de bola na garganta são muito comuns, podendo atacar a gastrite, causar diarreia, refluxo e muitas dores. Além de distúrbios alimentares como a anorexia nervosa.

– Existe o triângulo da tensão conhecido pelos especialistas por dores muito fortes no ombro, cabeça e maxilar, que são os locais que costumamos ficar mais tensos, gerando contração muscular e dores fortes nesses locais.

– Se sentir sempre cansado, perda de memória, não conseguir se concentrar, vontade de não sair da cama e falta de ânimo são apenas alguns dos sintomas psicológicos que podem aparecer quando o estresse está elevado.

Ficar estressado é quase inevitável, não é algo que possamos controlar e na maior parte das vezes vem de fora, mas passamos por problemas desnecessários que causam efeito cascata, gerando outros muitos problemas. Isso pode afetar em outras áreas de nossa vida além dos sintomas, prejudicando nossa eficiência e rendimento no trabalho, minando nossa vida social e diversas outras coisas que podem prejudicar nossa saúde física e mental.

estresse_no_relacionamento_como_afeta_sua_saude_e_seu_casamento2

Para combater o estresse em um relacionamento amoroso, existem alguns passos que você pode fazer, como:

– Nem todo mundo responde ao estresse da mesma maneira. Não se espante se seu parceiro (ou parceira) ficar diferente de você quando estiver em um empasse ou briga. Os homens, por exemplo, falam e se expressam pouco. Já, as mulheres, falam muito e às vezes até o que não queriam.

– Mude você mesmo a forma como lida com os problemas e a maneira de ver as pessoas. Lembre-se que somos todos cheios de defeitos e qualidades. Tente se colocar no lugar do outro. Não espere ou tente mudar o parceiro. As mudanças precisam vir de dentro de nós mesmos, os outros raramente mudam porque assim o queremos. Isso pode gerar uma enorme frustração.

– Não deixe a raiva tomar conta de você, isso enfraquece qualquer apoio ou carinho do casal.

– Jogue conversa fora, isso ajuda a resolver problemas que podem ser simples e quando estressados parecem um bicho de sete cabeças, não tenha medo de falar, pois isso pode apenas agravar o seu estresse.

– Foque no problema da situação e tente resolver ele, não direcione para uma pessoa.

– Se seu parceiro estiver estressado por outros problemas que não envolvam você, não fique para baixo, ajude-o do melhor modo possível, oferecendo suporte sempre que solicitado.

– Façam alguma atividade prazerosa juntos. Vale de tudo: day spa, atividades físicas, curso de dança ou gastronomia, um pic nic. Pensem em algo que possa conectar o casal.

O importante é sempre encontrar um modo de que um relaxe o outro e caminhem juntos. Sempre se apoiando e não brigando por qualquer motivo, mas tentando entender o que causa o estresse e conversando sobre tudo, tudo mesmo. Casais que conversam sobre todos os problemas costumam ter relacionamentos mais satisfatórios e menos brigas por motivos bobos e corriqueiros.

Espero que tenham gostado. O artigo também fui útil para mim. Afinal, estamos todos no mesmo barco.

Fotos: reprodução.