• Confira!

Olá Queridas e Queridos!

A reconstrução mamária é tão importante para as vítimas do câncer de mama quanto a cura da própria doença.

reconstrucao_mamaria_apos_cancer_de_mama2

O câncer de mama é tão devastador para auto estima da mulher quanto o é para sua própria saúde. Além dos sintomas da doença e dos efeitos colaterais do doloroso tratamento ao qual é preciso se submeter, o câncer afeta diretamente elementos importantes da auto estima feminina como os cabelos e as mamas.

Para falar sobre esse tema super delicado e importante para as pacientes de câncer de mama, hoje temos a fala da cirurgiã plástica Ivanoska Filgueira e da atleta Barbara Costa, que passou pelo procedimento de reconstrução de mama e conta um pouco sobre esse delicado momento.

reconstrucao_mamaria_apos_cancer_de_mama

“Após o diagnóstico do câncer de mama, o próximo passo é a preparação para a principal etapa do tratamento: a cirurgia de retirada do tumor. Mastectomia, como é chamado o procedimento, resulta na remoção total ou parcial da mama, a depender do tamanho e da localização do câncer.

Quando a reconstrução mamária ocorre imediatamente depois da retirada da mama, as vantagens são maiores para a paciente, pois o procedimento evita a depressão, aumenta a autoconfiança e agiliza retomada da vida sexual. A cirurgiã plástica Ivanoska Filgueira conta que os benefícios vão além da estética. “A autoestima da mulher é recuperada. Poder colocar uma roupa de banho ou usar a roupa preferida faz toda diferença na vida da paciente.”

O tipo de reconstrução a ser realizada depende do tamanho e da localização do tumor. A utilização de tecidos e músculos da própria paciente, com próteses de silicone são os métodos mais conhecidos. “Durante o procedimento, a auréola do seio também é reparada. A área pode ser reconstruída com retalhos, levantamento do bico ou com tatuagem”, explica Ivanoska.

Autoestima

Depois de receber o diagnostico do câncer e passar por seis meses de quimioterapia, Bárbara Matos retirou as duas mamas. A reconstrução foi imediata, utilizando expansor e prótese de silicone para acompanhar a extensão natural do corpo.

“No momento que a mulher recebe o diagnostico de câncer de mama e descobre que vai perder a mama a grande preocupação é com a questão da feminilidade e da sexualidade. Eu, como atleta, pensei também na funcionalidade do meu corpo”, atesta.

Após a cirurgia, com muita dedicação às fisioterapias diárias e acompanhamento médico, o tratamento contra o câncer de mama e a reconstrução não comprometeram as ações cotidianas da atleta.

O fato de praticar atividades físicas antes do diagnóstico influenciou diretamente na recuperação. “Meu corpo estava muito preparado, eu tinha uma musculatura forte e isso me ajudou a passar bem por todo tratamento. As cicatrizes são as marcas da minha vitória”, declara.

Recuperação da reconstrução mamária

Assim como qualquer cirurgia, o pós operatório requer repouso e cuidados especiais. Medicamentos indicados para evitar inflamações ou preocupações posteriores são receitados pelo cirurgião. Se não houver nenhum tipo de complicação, a paciente pode retomar as atividades diárias após 30 dias de cirurgia. Vale lembrar que a reconstrução não invalida a importância do acompanhamento periódico através de mamografia, autoexame e outras técnicas de detecção de câncer.”

A melhor forma de se combater o câncer de mama é o diagnóstico precoce. Para isso é importante que você se toque, que conhheça seu corpo com total intimidade de modo a perceber qualquer algo estranho nele, neste caso, em suas mamas. Fazer o acompanhamento médico anual através de exames específicos como a mamografia e o ultrassom de mama é fundamental, a partir dos 40/45 anos. Em casos de câncer na família, esse prazo pode ser variável. Só o seu médico poderá lhe orientar a respeito.

Cuide-se, ame-se, conheça-se.

A pauta de hoje faz parte da nossa série especial OUTUBRO ROSA, campanha para conscientização do diagnóstico precoce do câncer de mama. Se você quiser algum artigo especial sobre esse tema, deixe aqui nos comentários que procuro profissionais convidados para falar para nós.

Fotos: enviadas pela Objetiva Assessoria de Imprensa e reprodução.