• Saiba mais

Olá Queridas!

Hoje trago mais uma sugestão de pauta muito interessante que chegou para mim sobre preenchimento facial, assunto que já foi tratado aqui no blog.

preenchimento_facial_mitos_e_verdades

Neste post especialista esclarece as principais dúvidas sobre o preenchimento facial e conta que os locais do corpo mais procurados para a realização do tratamento são o bigode chinês, maçãs do rosto, mandíbula, queixo e lábios.

A pele é o maior órgão do corpo humano, responsável por inúmeras funções vitais como controle de temperatura, absorção e eliminação e a principal, revestimento e proteção do corpo.

Por ser um órgão externo é o que mais sofre com as ações do tempo que promovem o envelhecimento. Isso se dá pelo fato da pele perder elasticidade, a capacidade de reter líquido e de manter o equilíbrio na produção das fibras de colágenos e elastina.

Para manter a pele com aspecto jovem, homens e mulheres procuram cada vez mais, tratamentos menos invasivos, sendo que um deles, por exemplo, é o preenchimento facial. “Preenchimentos são substâncias injetadas no corpo, a fim de, promover levantamentos de tecidos e recuperar os contornos faciais e corporais”, explica o dermatologista Paulo Antônio.

Mas, enganam-se quem pensa que o preenchimento facial e o botox têm funções semelhantes, eles são procedimentos completamente diferentes. De acordo com o especialista, o botox é usado para paralisar a musculatura e eliminar rugas ativas da face, aquelas que aparecem somente quando o indivíduo se expressa (sorrindo, franzindo a testa, por exemplo). Já os preenchimentos são usados para preencher sulcos e rugas estáticas (aquelas que aparecem mesmo quando os músculos não estão em movimento), repor volume da face, aumentar lábios e estruturas com perda de colágeno. Vale ressaltar que a ruga dinâmica de hoje será a ruga estática de amanhã.

preenchimento_facial_mitos_e_verdades3

Segundo Paulo Antônio, os locais mais comuns para o tratamento com preenchimento são o sulco nasogeniano (bigode chinês), região malar (maçãs do rosto), mandíbula, queixo e lábios. “Existem também métodos avançados de preenchimentos bem delicados para olheiras, rugas finas e cicatrizes de acne e inestéticas, além de celulites”, completou.

As principais substâncias utilizadas para o preenchimento facial são o ácido hialurônico, colágeno, ácido poliláctico, polimetilmetacrilato, entre outras. Elas tem diferenças entre o tempo de duração, assim como de indicação. (fonte)

O dermatologista esclarece que podem ser utilizados dois tipos de técnicas: os preenchimentos absorvíveis e não absorvíveis ou permanentes. “Os procedimentos absorvíveis (eliminados pelo organismo após algum período de tempo), são feitos com os Ácidos Hialurônico e Hidroxiapatita de cálcio. Esses produtos têm duração de 6 a 36 meses. Já para os preenchimentos não absorvíveis ou permanentes são utilizados PMMA (polimetilmetacrilato), metacril ou silicone”.

Cuidados

O médico alerta que o preenchimento facial é contraindicado para pacientes grávidas e com doenças degenerativas em atividade e pode ser realizado em qualquer época do ano. Após o procedimento, ele garante que cuidados são bem simples:

    • Devem-se evitar exercícios e atividades vigorosas no dia da aplicação;
    • Usar filtro solar regularmente;
    • Caso haja hematomas deve-se evitar o sol.

Fonte: Paulo Antônio Júnior, médico dermatologista e especialista em estética avançada. É diretor da Clínica Paulo Antônio, em Belo Horizonte (www.drpauloantonio.com.br).

Sugestão enviada pela Assessora de Imprensa Déborah Ribeiro.

Vocês já fizeram algum tipo de preenchimento? Em qual local da face? Qual foi o resultado? Conte sua experiência nos comentários.

3 Respostas para “Mitos e verdades sobre o preenchimento facial!”

  1. Um conselho: pessoas alérgicas devem evitar, pois o seu corpo pode ter reações. Fiz preenchimento labial e depois de uns 6 meses tive uma reação grave. A boca ficou enorme durante vários dias. Precisei fazer uma aplicação no local com outro produto para neutralizar. Foi muito constrangedor.

    1. Verdade. É importante que o médico faça uma anamnese antes de se fazer o procedimento para conhecer todo histórico da paciente.
      bjos

  2. Eu prefiro fazer algum tratamento não invasivo que estimule a própria pele a responder ao procedimento como, por exemplo, laser. Preenchimento talvez não fique tão natural.

Comentários fechados.