• Power dressing!

Olá Queridas!

Essa semana dois vestidos deram o que falar nas redes sociais: o Samuel Cirnansk de Fernanda Lima usado na cerimônia da Fifa e o Gucci de Olivia Wilde na cerimônia do Golden Globes Awards 2014. Ambas optaram por um look monocromático.

bola de ouro vestido de fernanda lima3

look monocromático olivia-wilde-in-gucci-premiere-2014-golden-globes

As duas atrizes escolheram o look monocromático (leia mais) em um tom de verde muito parecido. Por coincidência, as duas tem um tipo parecido, inclusive os cabelos, são lindas e estão no auge das carreiras. Os dois vestidos, o primeiro de um grande estilista brasileiro, o outro de marca renomada no mercado internacional, são lindos, longos, bordados e muito bem cortados. Por que, então, foram críticas nas redes sociais, comparados a plantas, samambaias e até vilã Hera do filme Batmam?

Primeiro, porque não basta as pessoas não gostarem de algo, elas tem que criticar. Nas redes sociais, ainda é pior, porque sua crítica pode lhes render 15 minutos de fama.

O outro motivo, provavelmente, é o poder da cor na comunicação visual. Ao se escolher por um look monocromático deve-se tomar o cuidado para que a cor não se torne tão forte a ponto de se sobressair totalmente à imagem do(a) usuário(a). Quando isso acontece, as pessoas que lhe veem, imediatamente (após 90 segundos da leitura visual), associam à imagem captada pelos olhos a outra coisa de mesma cor como plantas, frutos e objetos. Neste caso, podemos achar que alguém está parecido com uma samambaia, um abacate, um tomate ou uma banana gigante.

Alie esta associação da leitura visual a uma boa dor de cotovelo e um equipamento de informática nas mãos e pronto: lá está a mulher banana rodando em todas as redes sociais.

Para que sua imagem não seja estereotipada quando escolher um visual monocromático, opte por acessórios e/ou maquiagem contrastantes ou que combines no círculo das cores. São muitas as combinações de cores que podem ser feitas, veja abaixo as mais comuns:

look monocromático teoria das cores

Exemplo: Se você optou por um visual todo no mesmo tom de verde, use acessórios dourados, sombra preta com marrom e laranja e batom neutro ou sombra preta com dourado e batom vermelho (mais contraste). Você pode fazer o inverso, colorir nos acessórios e neutralizar na maquiagem. Se o contraste total for muito para sua personalidade, faça combinação com cores intermediárias.

Tanto no look monocromático de Fernanda quanto no de Olivia, senti falta de maior elaboração no cabelo e maquiagem, o que enfatizou o vestido e consequentemente sua cor, deixando que esta dominasse a cena. A sorte das duas atrizes é que ambas são lindas, seguras de si e com postura impecável. Conseguiram segurar seus looks com classe e elegância. Na caso de Fernanda Lima, representou muito bem as brasileiras ao escolher o vestido de um estilista paulista (achei o vestido dela é muito mais bonito que o Gucci de Olivia).

Se você quiser saber mais sobre a teoria das cores na imagem pessoal, clique aqui no site do meu Professor Eduardo Carvalho.

Fotos: reprodução.

One Reply to “Look monocromático: entre o belo e o estereótipo.”

  1. Post excelente!Achei o vestido das duas maravilhosos, mas concordo: é sempre bom ter cuidado para que um detalhe não se sobreponha a todo o resto.

Comments are closed.