• Confira!

Olá Queridas!

Hoje vou falar da acne tardia. Um mal que acomete as mulheres adultas dos tempos modernos e que tem apresentado aumento nas últimas décadas.

acne tardia

“A acne é uma dermatose inflamatória que se desenvolve nos folículos pilossebáceos, freqüente na adolescência, de fácil diagnóstico, que não compromete gravemente a saúde do indivíduo, mas prejudica o seu bem-estar e desenvolvimento emocional, levando à diminuição da auto-estima e a modificações comportamentais.” Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-38292007000100005&script=sci_arttext

A acne é mais comum na adolescência afetando tanto mulheres quanto homens (estes principalmente) e nesta fase geralmente é decorrente das diversas alterações hormonais pelas quais passa o indivíduo.

“Segundo Sampaio e Rivitti,7 a acne é classificada clinicamente em quatro níveis: Grau I, a forma mais leve de acne, não inflamatória ou comedoniana, caracterizada pela presença de comedões (cravos) fechados e comedões abertos; Grau II, acne inflamatória ou pápulo-pustulosa, onde, aos comedões, se associam as pápulas (lesões sólidas) e pústulas (lesões líquidas de conteúdo purulento); Grau III, acne nódulo-abscedante, quando se somam os nódulos (lesões sólidas mais exuberantes); e Grau IV, acne conglobata, na qual há formação de abscessos e fístulas.” Fonte: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1519-38292007000100005&script=sci_arttext

A acne da mulher adulta (AMA) – após os 25 anos, pode se apresentar tanto como uma acne persistente, sendo a continuação daquela de adolescência, quanto a acne tardia, aquela que aparece em pessoas que nunca tiveram o problema.

A AMA é caracterizada pelo tipo mais simples de acne e aparece principalmente na área ao redor da boca, linha da mandíbula e pescoço.

Após alguns estudos observou-se que a AMA pode estar relacionada a vários fatores, entre eles, os mais comuns são:

– o aumento de androgênios (hormônios) ou alterações hormonais;

– hirsutismo (nascimento ou aumento de pelos em determinadas áreas);

– distúrbios menstruais;

– uso de cosméticos;

– alterações nutricionais;

– aspectos psicoevolutivos.

Ou seja, a acne tardia está muito relacionada à vida agitada e estressante da atualidade.

O tratamento pode ser realizado através de uso de medicamentos via oral, uso local ou uso de dermocosméticos e até pela alteração da dieta alimentar, depende de cada caso, que deve ser estudado por médicos de áreas diferentes a fim de se descobrir a causa (não resolve o problema tratar a aparência da acne na pele sem tratar a causa).

Como as alterações hormonais são as fontes mais comuns  deste problema, o primeiro passo para buscar a cura é procurar  um ginecologista e/ou endocronologista para analisar os níveis de hormônio e receber orientações. Depois deve-se procurar um dermatologista para avaliar a saúde da pele, e por último um nutricionista para análise e reavaliação da dieta alimentar.

acne tardia alimentacao-balanceada

Fotos: Reprodução.

5 Replies to “Acne tardia: o mal da mulher adulta moderna.”

  1. Ótimo post, eu tenho quase 27 anos e tem mês que meu rosto se enche de acne e por consequência e sei que é errado eu mecho e por isso fico com o rosto todo manchado, tenho acne desde os meus 15 anos. Beijsss e obrigada pelo post.

    1. Olá Tati, obrigada pela visita.
      É uma tentação mexer nas espinhas, mas tente não sucumbir, pois as unhas e as mãos são sempre muito sujas e podem causar uma infecção numa espinha que esteja apenas inflamada.
      bjos

  2. Tenho 28 anos, e de uns 8 meses pra cá vivo infestada de acne!
    Nunca tive antes…
    Faço uma medicação indicada pelo dermatologista, mas parece que vai e volta!!!

    1. Olá Irina, obrigada pela visita.
      Vc já procurou seu ginecologista e endócrino para verificar seus níveis de hormônio.

Comments are closed.