• Confira!

Outro dia uma colega de trabalho trouxe para nós um recorte de jornal com um artigo da Dra. Gisela Savioli falando sobre o grande aumento da deficiência de vitamina D na população adulta nos últimos anos.

Segundo a Dra. Gisela Savioli (nutrição clínica funcional) 8 entre 10 pacientes que vão ao seu consultório estão com deficiência de vitamina D. Ela recomenda que façamos um exame (25 hidroxivitamina D) para conferir o nível da mesma no organismo (solicite seu médico no próximo check up).

A vitamina D é um hormônio responsável por importantes funções no metabolismo e principalmente na absorção de ferro e cálcio.

Segundo o reumatologista Sergio Bontempi Lanzotti, do Instituto de Reumatologia e Doenças Osteoarticulares (Iredo), de São Paulo, cerca de 90% da vitamina D no nosso organismo é produzida pela pele com a ajuda da luz solar. Os raios ultravioleta convertem o colesterol em vitamina D. Apenas uma pequena quantidade do nutriente é obtida por meio de dieta. Portanto, passar protetor solar em excesso é uma atitude de risco em relação à osteoporose:

— É um comportamento de risco principalmente para pessoas de pele clara. Passar a vida inteira evitando a exposição ao sol pode deixar o organismo deficiente de vitamina D. Um número crescente de pessoas, um em cada três adultos, sofre de deficiência de vitamina D devido à falta de exposição ao sol e à má alimentação. Essa condição aumenta o risco de osteoporose e fraturas em até 60% — explica o médico.

De acordo com Lanzotti, todos precisam de exposição ao sol com a pele desprotegida, mas o tempo desta exposição varia de indivíduo para indivíduo.

Já o Dr. Michael F. Holick, eleito este ano como melhor médico dos Estados Unidos da América (EUA), e pesquisa há três décadas a função da vitamina D, faz a seguinte recomendação:

“Minha orientação é que as pessoas tomem ao menos 5 minutos de sol todo dia sem protetor solar. Depois desse tempo, se forem seguir sob o sol, devem passar o bloqueador no rosto para evitar danos dermatológicos. Os braços e pernas também podem ficar expostos aos raios solares, em caminhadas até o trabalho, até o restaurante na hora do almoço ou até em casa.”

 Como sempre falo, nada nem ninguém é de todo bom ou ruim, e tudo em excesso faz mal, até mesmo proteger-se do sol. Portanto, vamos ficar atentas à exposição solar, com cuidado, e fazer o exame para ver se será necessária a reposição da vitamina D via oral.

Imagens: Reprodução.

Fontes:

http://diariocatarinense.clicrbs.com.br/sc/variedades/vida-e-saude/noticia/2012/09/protetor-solar-pode-causar-deficiencia-de-vitamina-d-3873809.html

http://saude.ig.com.br/alimentacao-bemestar/2012-08-31/como-equilibrar-protetor-solar-e-a-vitamina-d.html