• Confira!

Olá Queridas!

Antigamente (não muito distante) eu ia ao salão fazer as unhas e só tinha duas escolhas entre cores de esmaltes: o claro (rosas e nudes) ou o escuro (vermelhos variados).

paixão-por-esmaltes-da-moda-lancamentos

Hoje, fazer as unhas é um drama!!! Escolher uma cor dentre tantas opções, sem falar nos efeitos possíveis… é quase um parto! Dia de manicure me dá ansiedade: qual cor irei passar hoje? Como está o meu astral? O que eu quero dizer com minhas unhas? De quê quero brincar?

Foi através da internet que descobri que, assim como eu, existem milhares, milhões de mulheres apaixonadas por esmaltes. Blogse e sites inteiros dedicados só a eles.

A indústria da beleza, que cresce virtiginosamente nos últimos anos em todo mundo, principalmente no Brasil, percebeu este nicho promissor de mercado e o explora ao máximo, trazendo para nós novidades a cada dia.

O problema é que essa paixão tem um preço e muitas usuárias estão apresentando alergia a esmalte, talvez pelo excesso de uso deste cosmético.

paixão-por-esmaltes 2

O hábito de pintar as unhas remonta da época do antigo Egito quando as mulheres pintava a unha de preto com uso de henna e produtos naturais. Mas foi na década de 30 que Charles e Joseph Revlon, irmãos americanos, fundadores da empresa Revlon de cosméticos, juntamente com um químico, criaram um esmalte brilhante e colorido com pigmentos, parecido com o que usamos hoje.

Sua fórmula contém várias substâncias para dar fixação, cor, brilho e durabilidade ao esmalte. Entre elas estão as que mais ocasionam alergias: o tolueno, o formaldeído e dbt.

A alergia a esmaltes pode acontecer em qualquer momento da vida. Geralmente, se caracteriza por uma irritação ao redor dos olhos, que pode apresentar coceira, ressecamento e ardor, leve, moderado ou intenso. A reação também pode aparecer no pescoço, rosto e mãos.

Para se descobrir a doença é necessário exame detalhado com acompanhamento de um alergista. O tratamento é feito através de medicamento e interrupção de uso do produto.

Existem esmaltes hipoalergênicos no mercado, que são mais tolerados pelas pessoas acometicas pela alergia. Algumas marcas já retiraram os componentes alergenos da fórmula de alguns de seus esmaltes, como é o caso da Colorama.

paixão-por-esmaltes

Caso você apresente os sintomas ou outras reações alérgicas, procure atendimento médico o mais rápido possível.

Importante: evite o uso de esmalte em crianças, pois podem apresentar alergia mais cedo.