• Power dressing!

 

Olá Queridas!

A maioria das pessoas acha que fazer uma maquiagem bonita é desenvolver uma técnica bem feita e criativa nos olhos e pronto! Eu discordo e sempre falo para minhas alunas: a base da maquiagem é a cobertura!

Uma pele bem feita serve de fundo para qualquer técnica de olhos, mesmo um simples delineador com máscara de cílios realçam a beleza feminina, se a pele estiver com a cobertura adequada.

A tecnologia cosmética está cada vez mais avançada. Os produtos modernos, além da qualidade e eficiência melhores que no passado, podem conter elementos na fórmula que ajudam na proteção e conservação da pele.

Para escolher a melhor cobertura, é preciso identificar primeiro o seu tipo de pele. Existem milhares de tipos de pele. Na verdade, não existe uma pele igual a outra.

Considero os seguintes tipos:

Pele normal: é uma pele rara em pessoas adultas. É homogênea, com toque agradável, aveludada e macia. Tem um brilho natural, elasticidade e viço. Seus poros são quase invisíveis. Não apresenta manchas, pontos pretos ou amarelos.

Pele seca: no Brasil, é mais encontrada nos estados da região sul. É uma pele muito sensível, inclusive às intempéries. Não tem brilho, elasticidade ou viço. Apresenta escamações. É mais comum em pessoas de pele clara. Seus poros são invisíveis. É áspera ao tato. Apresenta fissuras (rugas) muito cedo.

Pele oleosa: Muito comum no Brasil, principalmente no nordeste e norte. Apresenta oleosidade e brilho excessivos em todo rosto. Pode apresentar pontos pretos (cravos) e amarelos (espinhas), manchas e cicatrizes causadas pela acne. Os poros são abertos e a textura é granulosa. É uma pele muito sensível. Apresenta fissuras com idade mais avançada, porém, estas são mais profundas.

Pele mista: É a mais encontrada no país. Apresenta características de pele oleosa na zona T (testa, nariz e queixo), e características de pele seca ou normal nas maçãs do rosto.

Tipos de base mais comuns, encontrados no mercado:

Base em pó mineral: Minha queridinha para o dia-a-dia! Em pó solto, contendo ingredientes que absorvem a oleosidade da pele. É base de minerais, que são menos agressivos a pele. Resulta numa cobertura fina, seca e delicada. É uma ótima escolha para dias quentes de verão, quando não se quer sentir a pele coberta. Funciona bem em qualquer tipo de pele.

maquiagem perfeita

Base líquida: Existe uma infinidade de consistência e textura de bases líquidas. Cada fabricante desenvolve sua fórmula de acordo com a preferência de seu público. Tem desde as mais finas e fluidas como a Face and Body, até as mais espessas como a Studio Sculpt, ambas da MAC. As bases líquidas atendem a qualquer tipo de pele, inclusive as peles oleosa e mista, pois existem fórmulas livres de óleo. Para as peles normais, as bases fluidas e finas são suficientes, para peles com imperfeições, que necessitam uma cobertura mais eficaz, as bases espessas são uma ótima pedida. Para peles secas, o ideal são bases com mais emoliência na fórmula.

maquiagem perfeita

Base mousse: Essa base tem uma apresentação aerada, resultando numa cobertura fina e delicada. Serve para qualquer tipo de pele.

Base bastão: A base bastão é mais seca e compacta que a base líquida. Resulta numa cobertura mais efetiva e duradoura. Serve para peles normais, mistas e oleosas.

Base compacta: A base compacta entrou no mercado para “ocupar” o espaço do pan cake. É uma base grossa, mais pesada, com pó adicionado à fórmula. Resulta numa cobertura mais eficiente e seca, excelente para peles mistas e oleosas. Pode ser utilizada em pele normal, mas não há necessidade.

Cobertura HD: Com o avanço da tecnologia em alta definição para televisores, cinema e monitores, onde qualquer defeito ou imperfeição na imagem pode ser captado, tornou-se necessário o desenvolvimento de produtos e técnicas de maquiagem que permitissem uma cobertura de pele fina e extremamente eficiente. Não vejo necessidade de se usar esse tipo de cobertura no dia-a-dia ou em maquiagem social, exceto noivas.

Ex.: a) a cobertura Graftobian, que é uma base compacta a base de silicone, resultando numa cobertura fina, eficaz e duradoura. Como o produto é vendido em paletas, é possível misturar as cores e conseguir a cor exta da pele. Aplico com o pincel duo fiber 187 Mac;

b) uso do airbrush, adaptação do equipamento utilizado na arte de aerografia. Esse aparelho resulta numa cobertura perfeita e muito duradoura.

Existem também os pós HD para acabamento. São ultra finos e ajudam na fixação, durabilidade e retoque da cobertura.

Escolhendo o acessório para aplicação da base:

A base pode ser aplicada de várias maneiras:

com esponja seca ou úmida. A esponja sempre pega mais produto que o pincel, isso resulta numa cobertura mais pesada. Para obter uma cobertura mais fina, basta umedecer a esponja;

com os dedos. Muitas pessoas gostam de aplicar a base com os dedos. Resulta numa cobertura fina e homogênea. Porém, o atrito da mão com a pele do rosto pode ativar a produção de óleo, fazendo com que a cobertura dure menos tempo;

com pincel próprio seco ou úmido. É a minha técnica preferida. A aplicação com pincel propicia uma cobertura fina, homogênea, sedosa e eficaz, sem desperdício de produto. Gosto de usar o duo fiber 187, que dá uma cobertura bem fina, ou o face brush 189, quando preciso de uma cobertura mais espessa, ambos da MAC.

para aplicação da base em pó mineral, utilizo o próprio pincel de pó ou o kabuk, pincel curto e arredondado. É o maior pincel do jogo de pincéis.

Escolhendo a cor ideal da base:

Para escolher a cor ideal da base, você deve pegar um pouco do produto e dar um borrão na maça do rosto. Não esfume. Compare a cor do produto com a cor de sua pele. A cor do mesmo deve ser o mais próximo possível da cor de sua pele. Se não encontrar a cor exata, compre uma cor levemente mais escura e um pó um pouco mais claro. Nunca opte por uma base mais clara que a cor do seu rosto, pois este é, geralmente, mais claro que o pescoço e colo.

Dicas:

– Sempre prepare a pele (limpar, tonificar, proteger e hidratar) antes de fazer sua maquiagem. Assim, ela ficará mais bonita e terá maior durabilidade;

– Use produtos pré base (primers) antes de iniciar a maquiagem. Estes produtos fecham os poros, controlam a oleosidade, preparando a pele para receber a base;

– Se achar que a cobertura ficou muito pesada, pegue o pincel duo fiber MAC, limpo, e passe-o por todo rosto, em movimentos circulares. O pincel irá retirar o excesso do produto e homogeinizar a cobertura;

– Sempre use pó depois da base, para fixá-la. Passe pouco produto, em todo rosto. Opte por pós bem finos como blot da MAC;

– Retire toda maquiagem antes de dormir. Utilize um demaquilante bifásico para os olhos e creme ou loção de limpeza para o rosto.

Fotos: reprodução.

2 Replies to “Cobertura: a base de uma maquiagem perfeita!”

  1. Sou cabelereira e estou iniciando na maquiagem e sinceramente gostaria de deixar o meu comentário:
    Adorei as dicas,pois as mesmas me ajudaram muito tipo:_Não gosto de trabalhar com o pancake,somente em último caso,mas como já estou informada sobre a base compacta penso em aderi-la,pois serve como uma substituta do mesmo e não deixa a make pesada como o efeito do pancake e assim o trabalho do profissional se torna 100%confiante e com um resultado maravilhoso!!!

    1. Que bom Ana Paula.
      Volte sempre e navegue pela aba Maquiagem, tem muitas dicas boas de profissional.
      Bjos

Comments are closed.