• Saiba mais
Chanel – inverno 2010

Olá Queridas!

Looks monocromáticos tomaram conta das passarelas internacionais. Uma forte tendência dos anos 90/2000, o look monocromático teve presença arrasadora nas semanas de moda de Paris, Milão e Nova York.

Com o preto liderando uma cartela de cores enxuta, contendo tons neutros e sóbrios, indo do nude ao chumbo, marinho e camel; vários estilistas internacionais apresentaram produções monocromáticas em suas coleções de inverno 2010. Os variados tons de nude foram os mais explorados. Em alguns desfiles, o batom vermelho entra em cena para quebrar um pouco a sisudez da monocromia.

Hervé Léger – inverno 2010
Marc Jacobs by Marc Jacobs – inverno 2010

Para ser considerado um look monocromático, a produção tem que ter uma única cor em todos seus elementos: vestuário e acessórios. Podendo, no máximo, ter uma variação de valor da cor (indo do claro ao escuro).

É um visual extremamente elegante. Porém muito clássico, passando uma imagem de conservadorismo e austeridade. Pode se tornar, facilmente, um visual monótono, que denota pouca criatividade de quem usa, se não tiver um corte inusitado e moderno.

Armani – inverno 2010

Cuidado ao escolher a cor quando quiser uma produção monocromática. Pois esta tem um grande poder na linguagem visual, podendo se tornar mais forte que o próprio usuário. Portanto, dê preferência aos tons mais neutros, do claro ao escuro.

Além disso, se a cor escolhida não pertencer à sua cartela de cores pessoais, poderá acabar com sua imagem, passando uma impressão de cansaço, sujeira ou abatimento.

Gucci – inverno 2010.

Para quebrar a dureza da monocromia, sem destruir sua identidade visual, utilize um acessório original e de cor brilhante. Por exemplo: numa produção toda preta ou cinza, um sapato meia pata de cetim vermelho fica divino!!!!

Fotos: reprodução.